Ana Cristina Valentim

Ana Cristina Valentim

E-mail: anavalentim@felsberg.com.br

Telefone: +55 (11) 3141-4517

Cidade: São Paulo

Idiomas: Português e Inglês

Linkedin: Ana Cristina Valentim

Áreas de atuação:

  • Trabalhista

Perfil

Ana Cristina tem uma vasta experiência na área da consultoria e contencioso trabalhista. Ela assessora na prevenção de litígios e eliminação de contingências, contratação de rotina, bem como despedimentos, revisão de indenizações e pacotes de rescisões. Ela analisa e elabora contratos e aconselha sobre questões trabalhistas para empresas envolvidas em transações empresariais. Tem experiência em ações trabalhistas individuais e coletivas, bem como em negociações coletivas. Atua também na defesa de processos trabalhistas em todos os tribunais e em processos administrativos, incluindo todos os recursos. Ana Cristina foi reconhecida pela Latin Lawyer, The Legal 500, Benchmark Litigation e Leaders League.

Associações Profissionais

  • Admitida na Ordem dos Advogados de São Paulo (OAB/SP)

Educação

  • MBA em Gestão Estratégica de Recursos Humanos – início 2020
  • Especialização em Direito do Trabalho pela PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Graduada em Direito pela FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas

Experiência

A experiência recente de Ana Cristina inclui a assessoria:

  • A principal agência multinacional de serviços de marketing na negociação de um contrato de serviços com um grande cliente multinacional. A agência multinacional assumiu mais de 600 empregados do anterior prestador de serviços, que se encontrava em situação de falência;
  • A principal empresa multinacional em matéria de investigação, dados e percepção sobre a rescisão de contratos de trabalho, incluindo a revisão e aprovação de montantes de indenização. A revisão abrangeu aproximadamente 66 rescisões de contratos de trabalho, uma vez que a filial de Curitiba iria encerrar as suas atividades;
  • Um grupo de comunicação, publicidade, publicidade e marketing com aconselhamento laboral e de emprego, principalmente sobre as medidas laborais decretadas pelo Governo brasileiro devido à crise global decorrente da COVID-19. A assistência compreendia, na implementação do trabalho à distância, bem como a realização de workshops com orientação ergonômica, implementando novos pacotes de benefícios devido à mudança de regime;
  • A iniciação na transição de indivíduos que prestaram serviços através do uso de entidades jurídicas (PJs) para se tornarem empregados, de acordo com as leis trabalhistas brasileiras;
  • Startups em processos trabalhistas perante a Procuradoria do Trabalho;
  • – Defesa de startups contra autos de infração emitidos por auditores da Delegacia Regional do Trabalho (Ministério da Economia);
  • Empresas de diferentes setores em reclamações trabalhistas apresentadas por executivos de alto nível e liquidações com redução significativa de responsabilidades; e
  • Empresas de diferentes sectores em Acordos Extrajudiciais perante o Tribunal do Trabalho.

Artigos relacionados