Lei, e não resolução, é que deve tratar de logística reversa de produtos - Felsberg Advogados