Cresce o interesse por ativos no exterior - Felsberg Advogados