Fundo de recebíveis terá cotas na bolsa - Felsberg Advogados