Corretora britânica tem US$ 50 milhões para aquisição - Felsberg Advogados