STJ reconhece nula cláusula contratual que limita indenização em contrato de penhor - Felsberg Advogados