Justiça de SP deverá gastar R$ 1,5 bi em novos prédios - Felsberg Advogados