Estudos apontam potencial de 570 bilhões m³ de gás de xisto na Bahia - Felsberg Advogados