Alta de 1,3% faz metro quadrado de imóvel chegar a R$ 8,8 mil - Felsberg Advogados