Novo mínimo injeta R$ 32 bilhões na economia - Felsberg Advogados