Análise: Com venda de chips liberada, há garantia de que tudo está resolvido? - Felsberg Advogados