Grupo vai recorrer ao BNDES - Felsberg Advogados