Felsberg Advogados
Home | Votorantim Cimentos reduz custo em emissão
Publicações

Votorantim Cimentos reduz custo em emissão

A emissão de bônus feita ontem pela Votorantim Cimentos permitiu à companhia não apenas alongar o prazo de sua dívida, mas também reduzir custos.

A empresa captou € 650 milhões por meio da oferta de bônus com vencimento em 2021. A maior parte dos recursos foi destinada a recomprar títulos de uma emissão que expira em 2017.

Os novos bônus têm cupom de 3,25% ao ano, bem abaixo do cupom de 5,25% ao ano pago pelos bônus de 2017 recomprados pela empresa. Por isso, a operação resultará em uma economia para a Votorantim Cimentos.

“A redução no cupom mostra que a companhia conseguiu capitalizar sinergias, está se desalavancando e se tornou uma empresa-chave no setor de cimentos”, afirmou Alexei Remizov, diretor de mercado de capitais do HSBC. O banco coordenou a oferta ao lado de BB Securities (Banco do Brasil), Citi e Mitsubishi UFJ Securities.

Segundo Remizov, a demanda pelos novos bônus superou em 4,5 vezes a oferta. A companhia planejava inicialmente captar € 500 milhões, mas decidiu aumentar o tamanho da operação.

A maior parte dos € 650 milhões será usada para pagar os detentores de títulos de 2017 que aderiram à oferta de recompra. Investidores que somavam € 446 milhões – ou 60% dos títulos antigos em circulação no mercado – optaram por vender seus papéis. A eles, a Votorantim Cimentos vai pagar o principal mais um prêmio. O restante dos recursos vai para o caixa da empresa.

Cerca de 80% dos detentores dos bônus de 2017 optaram por adquirir os novos títulos, disse Remizov. Gestores de recursos absorveram 60% da nova emissão, que foi alocada majoritariamente na Europa.

Em nota, a Votorantim Cimentos afirmou que a operação é condizente “com a estratégia da empresa de melhoria do seu perfil de endividamento”. Foi a primeira emissão feita pela companhia sem as garantias da holding. O grupo vem tentando desfazer as garantias de dívida cruzadas entre suas empresas.

Também ontem, a fabricante de tubos de cobre Paranapanema lançou sua primeira oferta de bônus no mercado internacional. A operação ainda não estava concluída até o fechamento desta edição. A projeção inicial indicava que os títulos seriam emitidos com rendimento pouco abaixo de 9% ao ano.

A Paranapanema pretende usar os recursos para fortalecer sua posição de caixa, alongar a dívida e refinanciar linhas tomadas junto a fornecedores. BB Securities, Bradesco BBI e Deutsche Bank coordenam a operação.

Fonte: Valor Econômico de 17.4.2014.

Topo Voltar