Felsberg Advogados
Home | Venda de imóvel novo residencial reage em São Paulo em agosto
Publicações

Venda de imóvel novo residencial reage em São Paulo em agosto

Folha de São Paulo, Mercado Aberto, 15/out

Agosto foi um mês de recuperação para o mercado de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo, segundo relatório do Secovi-SP (sindicato do setor).

Com a venda de 1.860 unidades no mês, o crescimento foi de 10,1% ante julho.

O movimento de R$ 978,8 milhões representou aumento real de 14,9%.

O mês foi também o segundo melhor do ano em lançamentos residenciais, com 2.078 unidades, alta de 19,6% em relação a julho.

“É uma reação em um mercado que tem, neste ano, uma oferta 38% menor na cidade. Estamos lançando muito menos, mas as vendas só caíram 6,6%”, diz Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.

“A cidade continua com demanda. Só não estamos conseguindo ofertar mais devido à economia fraca, às dificuldades em obter terreno e ao excesso de burocracia.”

Dentre os produtos ofertados, a categoria de dois dormitórios foi responsável por 58,3% (1.085 unidades) do volume comercializado no mês.

Em segundo aparece o segmento de três quartos, que registrou 442 imóveis vendidos e contribuiu com 23,8% do total, segundo o levantamento.

Topo Voltar