Felsberg Advogados
Home | Turismo faz megaliquidação de uma semana
Publicações

Turismo faz megaliquidação de uma semana

O Estado de São Paulo

Setor tenta reverter queda nas vendas; de 24 a 30 de setembro, pacotes terão descontos de até 50%

SÃO PAULO – Para reverter a queda de 15% a 20% nas vendas de pacotes de viagens em julho e agosto deste ano na comparação com os mesmos meses de 2011 e atenuar o fraco movimento da baixa temporada, o setor de turismo começa na semana que vem uma megaliquidação de viagens

A exemplo do que já é feito nos restaurantes e SPAs, a campanha foi batizada “Turismo Week”. Durante uma semana, de 24 a 30 de setembro, será colocado à venda o equivalente a R$ 230 milhões em pacotes turísticos nacionais e internacionais, com descontos de até 50%. Isso representa o embarque de 130 mil passageiros no período que vai de outubro a 15 de dezembro, exceto nos feriados.

“É a primeira vez que fazemos um evento desse tamanho, que reúne toda a cadeia do turismo: operadoras, agentes de viagens, hotéis, companhias aéreas, locadoras de veículos, entre outros”, afirma Marco Ferraz, presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), que coordenou o projeto. A entidade reúne 55 operadoras, que correspondem a 90% das operadoras, entre as quais está a CVC, a gigante do setor e que também participa da promoção.

Com essa megapromoção, a expectativa é ampliar em 30% as vendas de pacotes na baixa temporada em relação ao mesmo período de 2011 e fechar o ano com crescimento de 10% no faturamento e no número de passageiros. Em 2011, as operadoras de turismo, que são as empresa responsáveis pela montagem dos pacotes, faturaram R$ 9,84 bilhões e embarcaram 6,03 milhões de passageiros.

Dólar

“Com a subida do dólar, o mercado deu uma retraída em maio e junho. Os passageiros resolveram esperar mais um pouquinho e não fecharam as compras”, conta Deusa Rodrigues, dona da operadora Designer Tours, voltada ao turismo de luxo. Com a promoção, um pacote de cinco noites para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, sai por US$ 3.231 por pessoa em apartamento duplo. O desconto é de 15%, segundo a empresária. A oferta inclui passagem aérea, hospedagem em hotel 5 estrelas, translados e seguro de viagem.

Carla Davidovich, diretora da operadora New Age, que só trabalha com destinos internacionais, confirma a retração nas vendas. Além da subida do dólar, ela aponta o elevado endividamento do consumidor como outro fator que enfraqueceu o mercado.

A sua operadora preparou 50 pacotes para a promoção, entre os quais um para Machu Picchu, no Peru. São sete noites em hotel quatro estrelas, passagem aérea e traslados por US$ 1.268 por pessoa em apartamento duplo. O preço normal é US$ 1.532.

“Vamos ampliar em 50% as vendas com essa promoção”, prevê ela, ressaltando que outro objetivo do evento é mostrar para o consumidor as vantagens que ele obtém quando compra um pacote.

“Estamos fazendo um evento semelhante aos feirões de automóveis”, compara o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Antonio Azevedo. A entidade apoia o evento e reúne 3,5 mil agências. Ele conta que o final do semestre passado ficou abaixo das metas de vendas traçadas e que cada segmento da cadeia do turismo decidiu abrir mão de margens para impulsionar vendas.

Ferraz, da Braztoa, acrescenta que, além do desconto, será possível parcelar a compra em 12 vezes sem acréscimo, caso de pagamento com cartão Visa, e em 10 vezes nos demais cartões. Ele ressalta que a promoção inclui destinos muito procurados, como Porto Seguro (BA), onde um pacote pode custar R$ 550 por pessoa. As ofertas estarão no site www.turismoweek.com.br a partir de segunda- feira. Mas a compra deve ser fechada nas lojas físicas de agências de viagem.

Topo Voltar