Felsberg Advogados
Home | Telefônica tem cinco meses para melhorar telefonia fixa, diz Anatel
Publicações

Telefônica tem cinco meses para melhorar telefonia fixa, diz Anatel

Folha de São Paulo

Única operadora a não ser punida com a suspensão de vendas de novas linhas de celulares, a Telefônica Vivo entrou na mira da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) pelo serviço de telefonia fixa oferecido pela empresa.

A agência que regula as telecomunicações no país quer que a Telefônica Vivo reduza em 40% o número de interrupções no serviço de telefonia fixa no Estado de São Paulo.

Saiba como registrar uma queixa contra mau atendimento na telefonia
Anatel diz que irá cobrar melhorias na telefonia móvel mês a mês

Em nota, a Telefônica Vivo disse que “diversas iniciativas implementadas na melhoria da qualidade de sua rede fixa estão permitindo diminuir significativamente o tempo médio de afetação de seus clientes com interrupções do serviço” (veja íntegra abaixo).

De acordo com despacho publicado pela Anatel na tarde desta sexta-feira, a empresa terá cinco meses para “ressarcir os créditos dos usuários afetados pelas interrupções, independentemente de solicitação e da quantidade de assinantes atingidos”.

Em caso de descumprimento, a multa será de R$ 20 milhões.

A decisão, publicada pela Superintendência de Serviços Públicos da Anatel, foi adotada devido ao aumento da quantidade de interrupções ocorridas nos últimos anos.

A meta para redução de interrupções deve ser atingida pela empresa entre 1º de agosto e 31 de julho de 2013.

A empresa deve apresentar à Anatel um relatório mensal, até o dia 15 de cada mês, com as ações realizadas e os resultados alcançados. Deverá incluir, também, a comprovação dos resultados.

TELEFONIA MÓVEL

Na quarta-feira (18), a Anatel puniu, de uma só vez, três das maiores operadoras de telefonia móvel no país –TIM, Oi e Claro.

A medida, que passa a valer a partir da segunda-feira (23), foi uma resposta da Anatel ao aumento das reclamações dos consumidores quanto ao serviço junto ao órgão oficial. As operadoras ficam obrigadas a apresentar um novo plano de investimentos, em até 30 dias, para melhoria da rede, da infraestrutura e do teleatendimento.

Caso descumpram a decisão, o valor da multa diária é de R$ 200 mil.

Apenas uma operadora foi suspensa por Estado. A TIM foi punida em 18 Estados e DF, a Oi, em cinco, e Claro, em três.

O serviço de telefonia móvel da Vivo não foi afetado, pois a agência considerou que nos últimos meses a operadora não apresentou piores indicadores de infraestrutura e de reclamação dos clientes –mas ela deve igualmente apresentar um plano de melhorias nos serviços de sua rede móvel no mesmo período.

O mesmo procedimento foi solicitado à CTBC e à Sercomtel.

OUTRO LADO

Leia, abaixo, o posicionamento da Telefônica Vivo sobre a decisão da Anatel:

*

A Telefônica|Vivo informa que diversas iniciativas implementadas na melhoria da qualidade de sua rede fixa estão permitindo diminuir significativamente o tempo médio de afetação de seus clientes com interrupções do serviço. Estas ações, implementadas continuamente desde 2009, fizeram com que este indicador diminuísse 32 %.

Além disso, é importante destacar que a Telefônica já vinha negociando com técnicos da Anatel a implantação de um plano de trabalho para diminuir ainda mais estas interrupções.

As ações com foco na qualidade da rede fixa já implementadas fizeram com que a Telefônica Brasil se tornasse líder no IDA – Índice de Desempenho do Atendimento da Anatel para serviços de telefonia fixa no mês de abril de 2012.

Topo Voltar