Felsberg Advogados
Home | Ingresso mais barato das Confederações custa R$ 57
Publicações

Ingresso mais barato das Confederações custa R$ 57

Fonte: Folha de São Paulo

A Fifa anunciou nesta quinta-feira, em São Paulo, que a Copa das Confederações-2013 terá quatro categorias de ingressos à venda. A entrada mais barata custará R$ 57, valendo a meia-entrada (R$ 28,50).

O torneio será realizado entre os dias 15 e 30 de junho de 2013 em seis sedes: Rio, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza e Brasília.

Cada pessoa poderá comprar no máximo seis bilhetes por jogo. A Fifa deixou claro que a compra dos ingressos só será feita no site oficial da entidade (fifa.com ).

Já estão garantidos na Copa das Confederações: Brasil, Taiti, Espanha, México, Japão, Itália e Uruguai. Resta definir o representante africano.

Os bilhetes foram divididos em quatro categorias, sendo a 1 a mais cara e a 4, a popular, permitida apenas para residentes no país (podendo ser estrangeiro).

O preço de R$ 57 será justamente para a categoria 4 e será possível a compra de meia-entrada para estudantes e integrantes de programas sociais como o bolsa-família.

O ingresso mais caro custará R$ 418 e será para a final, que acontecerá no Maracanã.

CONFIRA OS PREÇOS DOS INGRESSOS:

VENDAS

Haverá ainda uma pré-venda dos ingressos a clientes da Visa, patrocinadora da Copa-2014. Essas pessoas também só poderão comprar entradas da categoria 4.

A pré-venda acontecerá entre os dias 21 e 30 de novembro. Ou seja, quem optar por comprar seu ingresso nesta leva não saberá a qual partida vai assistir, já que o sorteio dos grupos acontece apenas no dia 1º de dezembro.

INTERNET

O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luiz Fernandes, disse que para atender a população sem acesso à internet será criado um programa na rede pública de ensino.

“O Brasil tem 53 mil escolas públicas com acesso a banda larga. Os laboratórios dessas escolas têm uma média de dez computadores. Para o torneio, nosso objetivo é focar nas seis sedes, sobretudo nas regiões metropolitanas, o que totaliza nove municípios”.

De acordo com Fernandes, cada laboratório das escolas que aderirem ao programa terá dois computadores destinados para a comercialização de ingressos. Pelo menos dois voluntários da Fifa estarão presentes para auxiliar e orientar a população.

De acordo com estudo da ONU, o Brasil foi o país que mais se desenvolveu em tecnologias de informação e de comunicação entre 2010 e 2011. O indicador contempla a capilaridade das tecnologias, seus preços, a parcela da população que tem acesso a elas e o número de assinaturas de internet fixa, móvel e de telefonias fixa e móvel.

Apesar da evolução, o Brasil –sexta maior economia mundial– segue atrás de países como Bahrein, Barbados, Brunei, Lituânia, Omã e Qatar.

 

 

 

Topo Voltar