Felsberg Advogados
Home | Google demitirá 4.000 na Motorola após prejuízos em unidade de negócios
Publicações

Google demitirá 4.000 na Motorola após prejuízos em unidade de negócios

O Google deve cortar 4.000 funcionários da unidade de negócios Motorola, segundo informaram o jornal britânico “Financial Times” e agência de notícias AP (Associated Press) nesta segunda-feira (13).

As reduções representam cerca de 20% dos 20.000 empregados da área. Segundo a AP, a companhia informou hoje que a Motorola Mobility perdeu dinheiro em 14 dos últimos 16 trimestres. As mudanças, justificou o Google, seriam para tornar a unidade de negócios lucrativa.

Google anuncia compra de Motorola Mobility por US$ 12,5 bilhões

De acordo com as reportagens, os cortes na empresa de celulares –adquirida em maio pelo site de buscas devem ocorrer em um terço das unidades de celulares corporativos, espalhados por 90 localidades.

O Google também destacou, que vai mudar a ênfase de mobilidade da Motorola de aparelhos simples sem fio para dispositivos mais rentáveis. A reestruturação custará Google cerca de US $ 275 milhões em custos de demissão, informou a AP. Segundo o “Financial Times”, com a reestruturação, o Google pretende ampliar a atuação e foco na unidade de smartphones.

No anúncio da aquisição, o Google informou que adquiriu na compra 17 mil patentes com o objetivo de fortalecer seu portfólio na luta contra Apple e Samsung pelo domínio do mercado de smartphones.

Uma das condições impostas pelas autoridades chinesas para autorizar o negócio é de que o Google mantenha o sistema operacional Android livre para todas as fabricantes de celulares pelos próximos cinco anos.

Topo Voltar