Felsberg Advogados
Home | GM de São José e sindicato discutem demissões
Publicações

GM de São José e sindicato discutem demissões

Empresa planeja demitir 1.840 trabalhadores a partir de 1º de dezembro

 

O Estado de São Paulo

 

 

SÃO PAULO – A General Motors e o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos realizam nesta quinta-feira uma reunião para discutirem o plano da empresa de demitir 1.840 trabalhadores, a partir de 1º de dezembro.

O sindicato tenta congelar as demissões, que são motivadas pela decisão da montadora de fechar o setor de montagem de veículos automotores, em razão do fim da produção do veículo Classic na cidade. A reunião será na fábrica da GM, em São José dos Campos, informa o site do sindicato.

A montadora está mantendo o contrato de trabalho suspenso de 925 funcionários até o dia 30 de novembro e já abriu programas de demissão voluntária (PDV), que tiveram a adesão de 234 trabalhadores. Além da reunião agendada para esta quinta-feira, uma delegação formada por trabalhadores afastados e dirigentes sindicais seguirá para Brasília na próxima segunda-feira (15), para participar de uma audiência pública no Senado, na qual pretende cobrar do governo a defesa dos empregos.

Topo Voltar