Felsberg Advogados
Home | Federação Grega é punida por escalar jogador irregular em amistoso
Publicações

Federação Grega é punida por escalar jogador irregular em amistoso

A Federação Grega de Futebol foi punida por escalar jogador inelegível no jogo amistoso disputado entre a seleção da Turquia e a seleção da Grécia em 17 de novembro de 2015.

A punição se deu pelo fato do atleta Apostolos Giannou, o qual já tinha atuado em uma competição oficial Sub-17 com a equipe representante da Federação de Futebol da Austrália, ter atuado na partida internacional acima mencionada pela Grécia sem que a Federação Grega consultasse a FIFA previamente no que diz respeito à uma mudança de associação por parte do atleta, de acordo com artigos 5º e 8º, §1º e 3º, dos regulamentos que regem a aplicação dos Estatutos da FIFA.

A partida foi declarada como WO (walkover) por parte da Grécia. Assim, independentemente do resultado final, foi computada vitória por 3 a 0 a favor da Turquia, conforme prevê o art. 31 do Código de Disciplina da FIFA. Além disso, a Federação Grega foi punida com o pagamento de multa no valor de CHF4,000, equivalente a R$12.823,60, depois que o Comitê Disciplinar da FIFA considerou a Federação Grega responsável por ter violado os artigo 55, §2º, do Código Disciplinar da FIFA.

A punição atribuída à Grécia comprova a rigidez da FIFA no que diz respeito aos seus procedimentos. Assim, as federações associadas à FIFA devem atentar-se ao quanto disposto nos Estatutos da FIFA, a fim de evitar futuras punições. Adicionalmente, os clubes, ao contratar um atleta proveniente de outra federação, devem consultar o status deste perante o Transfer Matching Sistem (TMS) da FIFA, para que possam proceder com o correto registro do atleta, resguardando-se de eventuais punições e a impossibilidade de utilização do atleta.

Topo Voltar