Felsberg Advogados
Home | Cruzeiro do Sul
Publicações

Cruzeiro do Sul

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou a Cruzeiro do Sul Corretora, seu então diretor, Luis Felippe Índio da Costa, e outros funcionários, agentes autônomos, por terem realizado, em 2005, operações atípicas na bolsa, identificadas pela própria BM&FBovespa.  As acusações foram feitas após investigações por práticas não equitativas, falta de diligência no cumprimento e execução de ordens de negociação e na especificação de comitentes. As multas foram de R$ 300 mil para a corretora, R$ 200 mil para Luis Felippe Índio da Costa e de R$ 300 mil cada um para Felipe Neira Lauand, Marcello Garbes Rodrigues e Fernando Luiz Martins Perroni Filho.

Fonte: Valor Econômico do dia 26.03.2014.

Topo Voltar