Felsberg Advogados
Home | Construção civil pagará menos encargos na folha
Publicações

Construção civil pagará menos encargos na folha

O Dia, Pablo Vallejos, 05/dez

Governo muda forma de contribuição previdenciária para incentivar contratações

O governo vai reduzir custos para contratação de pessoal na construção civil. Até 2014, o setor, que gasta R$ 6,28 bilhões pagando contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social ( 20% sobre a folha de salários), passará a recolher 2% do faturamento bruto. A expectativa do ministro da Fazenda, Guido Mantega, é de redução de gastos de R$2,8 bilhões. O objetivo é garantir em 2013 o crescimento das oportunidades de emprego no setor.

Quintino Severo, secretário de Administração e Finanças da CUT (Central Única dos Trabalhadores), avalia: “há ampliação na geração de trabalho, mas causa um desequilíbrio que compromete o sistema da previdência”.

Com mais de 520 canteiros de obras em operação, a cidade do Rio deve ser uma das mais beneficiadas pela geração de empregos. Por isso, serão abertas, a partir de janeiro, mais de 15 mil vagas em cursos gratuitos de formação de mão de obra no estado.

O ano fecha com 54.700 trabalhadores na construção civil, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil do Município do Rio. Um deles é a ex-camelô e hoje pedreira Luciene de Jesus, de 41 anos. “Fiz curso profissionalizante e, hoje, depois de trabalhar em vários bicos, tenho meu próprio salário”, conta a operária.

Cadastro de currículos em evento no Rio

Mais de de duas mil vagas para cursos de qualificação serão oferecidas em evento do Serviço Social da Indústria da Construção do Rio (Seconci-Rio). Quem marcar presença por lá, nos dias 17 e 18, vai poder também inscrever o currículo no Banco de Oportunidades da instituição, que já encaminhou neste ano mais de mil alunos a empresas.

A feira será realizada no Centro Profissional do Seconci-Rio, na Estrada dos Bandeirantes 4.457, em Curicica, em Jacarepaguá. Mais informações podem ser obtidas no endereço: www.seconci-rio.com.br.

DE GRAÇA

EM TODO O ESTADO

Vale ficar de olho nos cursos da Faetec (www.faetec.rj.gov.br), que vai oferecer 13.800 vagas para aulas de Construção Civil em janeiro de 2013. A formação, em um dos 10 cursos da instituição, acontece em até um ano e meio.

PARA MULHERES

Já o Mão na Massa (www.projetomaonamassa.org.br), que é para inserção de mulheres no setor, formou 120 só neste ano. Desde 2008, quando o projeto foi criado, chegou a 500. Por lá, é costume encaminhar ex-alunas para empresas do setor.

RÁPIDA FORMAÇÃO

Por último, o Casa&Construção (http://goo.gl/N5Arf) também oferece cursos gratuitos de curta duração. Basta pesquisar a cidade, o estado ou loja C&C mais próxima de casa.

Topo Voltar