Felsberg Advogados
Home | Bovespa pode engatar recuperação hoje com ajuda de ações da Vale
Publicações

Bovespa pode engatar recuperação hoje com ajuda de ações da Vale

A Bovespa começa a quinta-feira sob efeito do balanço da Vale e da agenda carregada de indicadores no exterior. Além disso, depois de dois pregões em baixa por conta da deterioração do cenário macroeconômico do país, a bolsa pode ensaiar uma recuperação técnica no pregão de hoje com a ajuda das ações da mineradora.

A Vale trouxe lucro de R$ 7,9 bilhões (US$ 3,5 bilhões) no terceiro trimestre, um aumento de quase 140% sobre igual período do ano passado. O resultado veio em linha com as expectativas dos analistas ouvidos pelo Valor, que previam ganho líquido de US$ 3,5 bilhões.

A queda do Ibovespa nos últimos dias tornou-se relevante se levado em conta o comportamento positivo das bolsas internacionais no mesmo período. Operadores comentam que o movimento foi justificado por uma mudança de percepção em relação ao Brasil.

“Além de o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) ter mantido a possibilidade de iniciar em dezembro a redução de seu programa de compra de bônus, os dados divulgados no Brasil nos últimos dias elevaram as preocupações com a área fiscal e com a própria condução da política econômica”, destacou a Votorantim Corretora em nota. Relatório do Barclays divulgado no início desta semana, alertando para o risco de perda do grau de investimento do país, também voltou a ser comentado nas mesas de operações.

O Ibovespa caiu 0,83% ontem, para 53.384 pontos, com bom volume de R$ 7,487 bilhões. Vale PNA subiu 1,38%, a R$ 34,44, enquanto Petrobras PN terminou em alta de 0,79%, a R$ 20,41.

O analista técnico da Clear Corretora, Raphael Figueredo, observou que o Ibovespa perdeu suporte relevante no gráfico diário, nos 53.600 pontos. “Essa perda diminui as chances de o mercado partir para uma retomada no curto prazo, abrindo um range [variação] de baixa para os 52.000 pontos novamente”, afirmou.

No exterior, as atenções hoje estão voltadas à divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no terceiro trimestre e às decisões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco da Inglaterra (BoE). Também cresce a expectativa para o dado de geração de empregos nos EUA, que será conhecido amanhã.

Ontem, as bolsas fecharam em direções opostas em Nova York. O Nasdaq recuou 0,20%, para 3.932 pontos, pressionado pelas ações da Tesla Motors (-14,51%) e da Netflix (-1,72%). Já o Dow Jones subiu 0,82%, para 15.747 pontos, e bateu novo recorde de alta. O S&P 500 ganhou 0,40% e fechou aos 1.770 pontos.

Voltando à bolsa brasileira, a lista de maiores altas do Ibovespa ontem trouxe Ambev PN (2,12%), Vale ON (1,69%), Vale PNA, Brasil Foods ON (1,23%) e Bradespar PN (1,14%), que tem ações da Vale em sua carteira de investimentos. Na outra ponta da bolsa ficaram MMX ON (-9,45%), PDG Realty ON (-8,86%) e B2W ON (-8,54%).

A PDG apresentou prejuízo de R$ 130 milhões no terceiro trimestre, ante lucro de R$ 27 milhões no mesmo período do ano passado. O resultado veio bem pior que a perda de R$ 66,4 milhões esperada pelos analistas.

Outra construtora que divulgou balanço foi Gafisa (0,34%). A empresa trouxe lucro de R$ 15,7 milhões, 226% maior que no mesmo trimestre de 2012. As ações chegaram a abrir em forte alta, mas perderam fôlego no fim do dia. Fora do Ibovespa, Lupatech ON disparou 28,2%, a R$ 1,00, após anunciar sua recuperação extrajudicial.

Fonte: Valor Econômico de 7.11.2013.

Topo Voltar