Felsberg Advogados
Home | Análise: investidores dão sinais de que crise no euro pesa na Alemanha
Publicações

Análise: investidores dão sinais de que crise no euro pesa na Alemanha

Fonte: Valor Econômico

FRANKFURT – Um bastante acompanhado índice de confiança do investidor na Alemanha caiu inesperadamente em julho, em outro sinal de que a crise financeira na zona do euro está pesando sobre a maior economia europeia. O índice do instituto ZEW recuou para -19,6 em julho, de -16,9 em junho, em sua terceira queda seguida e no pior patamar desde janeiro. Economistas esperavam uma leve alta, para -15,0.

A Alemanha é a maior economia da zona do euro e é crucial para a região. O crescimento de 0,5% do PIB do país no primeiro trimestre impediu que a zona do euro como um todo entrasse em recessão, e a expectativa é que a economia alemã tenha um modesto crescimento neste ano.

Os indicadores econômicos, porém, recuaram recentemente, com as turbulências financeiras gerando mais incerteza econômica entre os membros da zona do euro, que são também os principais parceiros comerciais dos alemães.

O economista Carsten Brzeski, analista do banco ING em Bruxelas, disse que a Alemanha deve escapar de uma forte desaceleração. Segundo ele, o índice ZEW tem sido mais um indicador das percepções do investidor sobre a crise na zona do euro que do crescimento econômico alemão.

Brzeski notou que os dados sobre produção industrial e consumo privado na Alemanha seguem estáveis. “A economia não escapou ainda do risco de uma contração no segundo trimestre, mas uma forte deterioração, como na maioria dos países da zona do euro, deve ser evitada”, afirmou o analista em relatório a investidores.

Já Jennifer McKeown, economista sênior em Europa na Capital Economics, tem visão mais pessimista. Segundo ela, a Alemanha deve entrar em recessão, com seu PIB recuando 1,0% em 2013. “A resistência econômica anterior da Alemanha está em seu fim”, acredita a analista.

(Associated Press)

Topo Voltar